"O suporte da série SUITE VOLÁCTEA, de Lauro Roberto, é POP, reciclado e inusitado: a caixa de leite longa-vida, em sua globalizada embalagem Tetra Pack, aberta para revelar o revestimento interno metalizado. A técnica, desenvolvida pelo artista, envolve uma composição inventada de tinta preta e utensílios improváveis, como as delicadas ferramentas de consertar relógios que herdou de seu avô. Ele cobre a superfície reflexiva de preto para então raspá-la, criando intrincados desenhos de linha prateada que remetem às iluminuras medievais. Em algumas obras, essa remoção da tinta é feita quando ela ainda não está seca, em linhas fluídas utilizando pincel, ou fragmentos de madeira arrancados de caixas de feira, ou ainda os próprios dedos. Realizada entre 1999 e 2005, Suite Voláctea tem como principal constante a mutação desse desenho invertido, sempre voltado para a figuração. Entre representações de figuras históricas e religiosas, as caixas de Lauro ainda contêm seres urbanos, humanos ou antropomorfos, retratos de pessoas que não existem, fumantes, nus modernos e fragmentos de narrativas possíveis para histórias em quadrinhos. Em conjunto, obras que impressionam pela esquizofrenia gráfica. Uma a uma, preciosidades carregadas de virtuosismo que conectam a influência de diferentes séculos de produção artística. Inclusive, o nome Suite Voláctea é meio homenagem, meio brincadeira absurda, com série de gravuras Suite Vollard, de Pablo Picasso. Abordando diferentes temáticas, a suite do artista espanhol foi uma homenagem ao seu marchand, Ambroise Vollard."

SUITE VOLÁCTEA

No Frame